O governador Eduardo Leite afirmou que "é o pior momento que enfrentamos", referindo-se a pandemia no RS

O governador Eduardo Leite afirmou que "é o pior momento que enfrentamos", referindo-se a pandemia no RS

Governo decretará, deste sábado (20/2) até 1° de março, suspensão geral de atividades entre as 22h e as 5h em todo o Estado

Por Gésley 19/02/2021 - 21:11 hs
Foto: Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

Diante do recorde de bandeiras pretas no Estado, Eduardo Leite em transmissão ao vivo nesta sexta-feira (19) anunciou a suspensão geral das atividades e aglomerações em locais públicos, diariamente das 22 às 5h em todo o estado.

Já com inicio amanhã, sábado (20) e com validade até o dia 1º de março.

Ressaltou a importância da colaboração de todos, de todas as idades e em qualquer bandeira, seguindo todos os protocolos obrigatórios.


Sobre a fiscalização:


“A população precisa tomar consciência de que estamos em um momento dramático. A situação é grave. E as forças de segurança estarão dedicando todos os esforços para dar efetividade a essa medida preventiva de reduzir a circulação, para frear a disseminação da Covid-19”, reforçou Ranolfo.


 Brigada Militar fará uma rearticulação operacional dos efetivos para garantir a presença ostensiva, no máximo possível, nas ruas de todos os municípios do Estado. O foco principal será a desmobilização de qualquer aglomeração em via pública, bem como assegurar a vedação de funcionamento das atividades comerciais não essenciais no horário determinado. A corporação também já iniciou contato com prefeituras para alinhar as ações de fiscalização em parceria com as guardas municipais, de forma a otimizar o aproveitamento dos efetivos empregados no trabalho.


A Polícia Civil também vai auxiliar na presença ostensiva com todas as viaturas disponíveis e estará com plantões nas delegacias para os procedimentos de polícia judiciária. A determinação da chefia de Polícia é para que em todos os casos de descumprimento das determinações do decreto, os infratores sejam conduzidos a uma delegacia para autuação.


O Corpo de Bombeiros Militar também vai se somar aos esforços de presença ostensiva para orientação quanto às proibições em todos os municípios em que há unidades da corporação, em especial nas regiões litorâneas. Dentro do planejamento integrado, o Instituto-Geral de Perícias (IGP) também vai reforçar os plantões para o serviço do Departamento Médico-Legal, bem como as perícias em locais de crime.


Fonte: https://estado.rs.gov.br/e-o-pior-momento-que-enfrentamos-afirma-leite-sobre-situacao-da-pandemia-no-rs